INÍCIO    SOBRE    NA MÍDIA    CONTATO    ANUNCIE
[pbsn type="twitter"] [pbsn type="pinterest"]
Seu marido ajuda ou atrapalha?

SeuMaridoAjuda

Sabemos que mãe é mãe, cuida da casa, do marido, do almoço, do jantar, faz supermercado, organiza tudo e cuida dos filhos… Nossas infinitas tarefas jamais poderiam ser listadas em um único texto.

Claro que nosso melhor trabalho sempre foi e sempre será cuidar dos filhos, mas sabemos que o pai da criança deve (ou deveria) assumir conosco essa responsabilidade.

Muitos maridos chegam tarde em casa e por isso ficam menos tempo com os filhos, comparados às mães. Mesmo assim, como eles usam este tempo?

Afinal, seu marido ajuda ou atrapalha?

Este é o tema desta semana no Projeto 11 Blogs e 11 Segredos, criado por mães que compartilham diariamente, através de seus blogs e redes sociais, suas experiências maternas. Essa coluna colaborativa vai ao ar semanalmente trazendo as diferentes opiniões de mães reais como você.
Veja os depoimentos das mães que participam deste projeto:

Mamãe de Casa

Não tenho do que reclamar. Aqui o maridão só ajuda mesmo, quando o assunto é colocar a mão na massa. Seja nos afazeres de casa ou com o filho, ele ajuda e muito. Só atrapalha mesmo quando tento cumprir minha missão impossível de desmamar a noite. Ele não consegue tolerar ver o filho chorando (ou seria ter o sono interrompido?), perde logo a paciência e me mata com os olhos, mas faz parte!

O BLOG: Mamãe de Casa foi criado pra dividir o dia a dia de uma mãe em tempo integral, cheia de expectativas, dúvidas, sonhos e medos, mas com muita disposição para aprender é bastante humor para escrever. Criação com apego é a minha filosofia! Conheça o Blog.

Mãe fora da Caixa

Penso que culturalmente além do machismo que infelizmente ainda existe, nós mulheres também criamos um preconceito com os homens em relação aos cuidados e afazeres com os filhos. Eu fico me perguntando: se as mulheres lutaram tanto por igualdade porque ainda insistem em achar que tem mais “jeito” para os filhos do que os homens? Sinceramente penso que se tivermos um parceiro aberto para o diálogo nós e nossos filhos só temos a ganhar com eles! Não estou querendo dizer aqui que meu parceiro é perfeito e que tudo funciona bem por aqui. Acertamos os ponteiros sempre porque, muitas vezes,pensamos diferente. Discutimos sempre a educação e os afazeres com as crianças. Penso que algumas mulheres acabam achando mais cômodo não incentivar o papel do pai e fazer tudo para não ter tanta discussão, já eu prefiro assim do que fazer tudo como se tivesse tido filhos sozinha. Sei que dessa maneira estamos dando exemplo para os meus meninos serem pais que cumprem o seu papel! Pais não devem ser ajudantes da mãe e sim pais que exercem funções de pai!

O BLOG: Sou Gabriela, e com a Thaís escrevo o Blog Mãe Fora da Caixa. Nosso blog fala para mulheres que pensam além da maternidade. Escrevemos para vocês, mães, que empenham-se com amor para criar e educar os filhos, mas que também valorizam e conseguem apreciar tantas outras coisas na vida. Conheça o Blog.

Para Criança

Muitas vezes eu reclamo das coisas não serem feitas do meu jeito, mas ponderando bem, por aqui é ajuda total e absoluta (obviamente com meu direcionamento… rsrsrs). André é super presente e prestativo em todas as necessidades que temos na casa, na educação da Alice, no trabalho, e quando é necessário até a louça ele lava, ajuda a organizar os brinquedos e por aí vai… Não posso reclamar. Mas se eu não der o direcionamento… aí a casa cai!

O BLOG: Karina Ruela é mãe da Alice, de 3 anos e 2 meses e responsável pelo Para Criança, que existe para incentivar a ligação entre pais e filhos através de cultura, diversão, entretenimento e viagens. Aproveitar a infância é essencial! Conheça o Blog.

50 Tons de Mãe

Ajuda e atrapalha! Aqui em casa devo confessar que o esforço é válido! Por mais que as atitudes e resultados não sejam nota 1000, só de tentar já está bom! Ouço tantas histórias negativas, de pai que sequer troca uma fralda… E à esses eu gostaria de dizer: pai não é só ajudante, pai é responsável, pai!

O BLOG: Sou Isabela e escrevo no blog 50 Tons de Mãe, onde compartilho minhas experiências como mãe e mulher. Lá você encontra dicas sobre a maternidade, saúde, cultura e coisas de mulherzinha. Conheça o Blog.

Clube de Duas

No meu caso, marido só ajuda! Acho que esta questão de ajudar ou atrapalhar é uma questão de tempo para o marido se adaptar à rotina com o filho, assim como nós mães passamos por isso, os pais também passam, só que mais lentamente. Hoje em dia meu marido é um super pai no quesito rotina: dá banho, dá comida, fica de olho no xixi e cocô, brinca com a turminha e põe todo mundo pra dormir, eu não diria nem que ajuda, faz sozinho! rsrs Por outro lado ele se embanana todo com coisas fora da rotina, tipo um passeio no shopping ou no aeroporto quando vamos viajar, ele meio que perde controle da situação e acaba se atrapalhando e me atrapalhando. Eu sempre vejo a questão da ajuda do marido como uma questão cultural. Hoje, os pais estão muito mais envolvidos nos cuidados e educação da criança do que já foi no passado. Não consigo imaginar meu avô paterno, por exemplo, como um pai participativo, pois era de uma geração diferente, com funções bem distintas entre homem e mulher. Meu pai, apesar de pouco participativo, se comparado ao pai dele, seria um pai que ajuda muito, pois já é de uma geração que preza por relações mais próximas e divisões (quase) iguais de tarefas em casa. Meu marido, eu considero hiper participativo e ajuda em tudo, pois estamos numa geração que estar próximo é o importante. Espero que este relacionamento entre pais, filhos, mães e ajudas se estreite para as próximas gerações.

O BLOG: Sou Thieli, empresária e mãe de três meninos, escrevo o blog Clube de Duas há 6 anos com minha irmã. Um blog divertido, dedicado a lifestyle, moda e maternidade. Conheça o Blog.

Clube da Fraldinha

Verdade seja dita sem julgamentos, marido atrapalha pra caramba! A compreensão deles do mundo é totalmente diferente da nossa e na rotina do dia a dia, torna as ações familiares um tanto quanto esgotadoras. Um marido não começa a ajudar quando troca a fralda do bebê ou lava uma loucinha, ele começa a ajudar quando se incorpora à família, quando estabelece uma sintonia com a esposa e com o filho construindo bases e princípios lado a lado com os demais membros da mesma.

O BLOG: O Clube da Fraldinha trata dos mais diferentes e variados temas ligados à gestação e à maternidade. Falamos de decoração, festas, cuidados, dia-dia, produtos, comportamento, educação, higiene, lazer e muito mais. Entrevistas com mães famosas, programação infantil, dicas de viagens e colunas profissionais são nossos destaques. Conheça o Blog. Conheça o Blog.

Mamãe de Primeira Viagem

Eu sou suspeita para falar sobre isso pois meu marido sempre foi muito parceiro. Durante o 1o ano da Laura ele deu todos os banhos, fazia questão. Não bastante, sabendo que nesse primeiro estágio havia pouco que ele pudesse fazer, ele acordava comigo de madrugada quando eu ia amamentar e fica deitado no chão do quarto me dando apoio. Me ajudou e me ajuda MUITO ter ele tão parceiro e companheiro. Para minha saúde física e emocional foi sempre muito importante. Nunca tivemos ajuda de babá e sempre contamos um com o outro antes de mais nada. O importante é sempre se abrir, pedir ajuda, deixar claro que você não está dando conta quando não estiver. Homens são mais desligados e, não é por mal, às vezes precisam que falemos onde precisamos de ajuda. Uma amiga minha querida desabafou comigo que o marido chegava em casa e a louça ali acumulada depois do dia todo dela cuidando da pequena, trabalhando e tal. Eu perguntei: mas ele se oferece? Ela respondeu que ele nem sabia que ela estava exausta pois ela QUERIA dar conta de tudo. A partir do momento que ela simplesmente pediu, ele mesmo se ofereceu para lavar a louça, fazer uma ou outra tarefa que ela teria feito enquanto ele trabalhava fora e não deu conta. A ajuda do marido, do companheiro, enfim, na minha opinião, só ajuda, mesmo que errem hahaha Até porque nós também erramos, certo?

O BLOG: Mariana Belém é editora e responsável pelo blog Mamãe de Primeira Viagem que começou há 4 anos dentro do portal da Veja SP, já grávida da sua primeira filha Laura. Criado para dividir suas angústias e dores ao perder um bebê antes de ter sua primeira filha, o blog segue de forma independente e acabou por tomar o rumo de dividir suas novas experiências como mãe e mulher com objetivo de “abraçar” outras famílias em momentos delicados, especiais, inseguros, emocionantes e difíceis da vida pós maternidade. Conheça o Blog.

Mães Brasileiras

Com os gêmeos ajuda muito, desde os primeiros dias deles em casa sempre fomos: eu e ele a cuidar dos pequenos durante a madrugada, sem babá ou alguém da família, por opção de ambos. Ajudou nas trocas de fraldas, preparava a mamadeira. Até o momento não tem sido diferente, mesmo com o crescimento, desenvolvimento e independência dos gêmeos ele continua com esses cuidados quando não consigo dar conta. Com a casa ele colabora apenas com a organização, nada de toalhas, roupas, sapatos espalhadas pela casa, o dia que deixa pego no pé (risos). Desejo que continue assim sempre. (Cleo S Oliveira)

O BLOG: Portal Mães Brasileiras – Feito por mães reais, para mães reais. Duas mães em diferentes situações e experiências vividas, mas com único sentimento, o amor incondicional pelos filhos. Conheça o Blog.

Criançaria

Alguns maridos atrapalham e estragam muito mais do que ajudam as mães. Acaba que a responsabilidade de criar fica sendo da mãe e ao pai cabe “ajudar”. Papel do pai é participar, criar junto, dividir tarefas e com isso ajudar sempre. Na minha casa posso dizer que meu marido participa muito. Não acho que ele atrapalhe, mas acho que as vezes, por não estar todo o tempo com as crianças, tem uma visão diferente da minha. Não posso dizer que a visão dele é certa ou errada, mas afirmo ser diferente, o nos leva a discutir e repensar sobre determinadas atitudes minhas e dele.

O BLOG: Bela Aires é advogada e mãe de duas princesas de 7 e 4 anos. Desde que se tornou mãe passou a ter um interesse ainda maior por todo o universo materno e/ou infantil. Assim, surgiu o Criançaria, um site onde ela divide suas experiências e muitas informações! Conheça o Blog.

Universo Jatobá

Durante muito tempo eu achava que marido só atrapalhava no andamento da rotina das crianças. Ele questionava a temperatura do quarto, a da água do banho, o horário das refeições, o tipo de remédio e invariavelmente dava doces na hora errada… Eu ficava louca! Já vivia cansada de tantas tarefas, tensa com tantas dúvidas e desafios, que não precisava de um chato de plantão a vigiar e criticar cada passo dos meus primeiros anos de maternidade. Até que resolvi compartilhar essa raiva com uma amiga e foi aí que obtive a chave para mudar a situação.
– Ele está apenas querendo participar do processo, Rosana! Estabeleça tarefas para ele desempenhar, como, por exemplo, esquentar as mamadeiras ou preparar a água do banho. Ele se sentirá prestigiado no papel de pai.
Foi o que fiz. Não digo que ele mudou radicalmente, mas melhorou bastante! E eu passei a observar também um problema meu: a mania de querer fazer tudo, ser super mãe, a leoa que não precisa de ninguém, tampouco do pai. Hoje sabemos dividir muitas atribuições!

O BLOG: Universo Jatobá é um portal de bem estar e sustentabilidade que entende que o equilíbrio é a chave de uma vida saudável e completa. Como mãe de gêmeos, eu, Rosana Jatobá, também falo dessa experiência maravilhosa e procuro ajudar outras mães nessa incrível missão. Conheça o Blog.

E na sua casa? O marido ajuda ou atrapalha? Participe através dos comentários e nos conte sua experiência.

novembro 5, 2015    POR: Leticia Dantas
Família, Relacionamento
[pbsn type="twitter"] [pbsn type="pinterest"]



Patricia
novembro 6, 2015

Nossa, meu marido ajuda muito! Na verdade, não sei o que seria da minha vida sem ele!




POSTS POPULARES


  • Quarto do Jake Disney Junior
  • Olive Garden chega ao Brasil
  • Pijamas Personalizados
  • Beleza de mãe, tia, avó…