INÍCIO    SOBRE    NA MÍDIA    CONTATO    ANUNCIE
[pbsn type="twitter"] [pbsn type="pinterest"]
Escolhendo o Nome do Bebê

Escolhendonomedobebe

A escolha do nome do bebê é uma das tarefas mais gostosas dos pais durante a gestação. Essa importante decisão parece tornar a existência do bebê, ainda na barriga, um fato mais real e presente na vida da família.

Algumas mulheres sonham tanto em ser mães que desde criança pensam em nomes que darão a seus filhos. Eu era assim, tinha certeza que meus filhos se chamariam Victor e Júlia, mas conforme fui crescendo esses nomes, que eram presentes em minhas brincadeiras de infância, permaneceram apenas como parte do meu mundo imaginário.

Na vida adulta, não tinha nenhum nome de menino que me trouxesse a certeza da escolha futura, mas se eu tivesse uma menina estava quase certo de que ela se chamaria Laura.

Quando engravidei pela primeira vez, pensava no bebê sem saber o sexo e portanto sem nome definido, mas como sou muito curiosa, assim que possível fiz o exame de sexagem fetal e descobri que esperava um menininho.

Escolher o nome do meu filho foi uma tarefa difícil, era uma das decisões mais importantes da minha vida, não pelo nome em si, mas por todo significado emocial que estava atrelado a esta escolha.

Nada me parecia ser tão especial quanto eu queria! Alguns nomes me vinham à cabeça, mas quando eu falava para meu marido ele não gostava tanto e eu não insistia pois nenhum era o que me fazia brilhar os olhos.

Pensar em nomes para o bebê faz com que a gente se reconecte com nossa família, muitas pessoas buscam nomes que homenageiam familiares, ou que sejam de suas culturas. Minha tia, por exemplo, escolheu o nome Fabrizio para meu primo pois a família do meu tio é italiana. Sendo assim o nome pode ser uma oportunidade de se conectar com o passado e valorizá-lo.

Eu sou uma pessoa tipicamente brasileira, não tenho sobrenome europeu nem nada do tipo. Tenho, como a maioria dos brasileiros, um tataravô italiano e outro espanhol, talvez algum português… mas nada que me fizesse escolher um nome europeu por este motivo.

Eu gosto de nomes fáceis (sem muitos Y, H, ou PH) e ao mesmo tempo incomuns.

Até que um dia, o nome BENJAMIN surgiu em minha mente. Fiquei pensando se o nome satisfazia meus critérios de escolha, era bastante incomum (pelo menos há quase 6 anos, quando eu o escolhi) e ainda funcionava muito bem em português e inglês. Perfeito!!! Meu marido aprovou e de repente meu bebê ganhou “vida” de uma forma mágica e muito significante!

Ele não era mais um “feijãozinho” sem nome, era o meu filho, Benjamin, o Ben!

Foi com certeza um dos momentos mais marcantes da minha primeira gestação.

setembro 12, 2016    POR: Leticia Dantas
Bebês, Gravidez
[pbsn type="twitter"] [pbsn type="pinterest"]



Meninas adoro seus comentários, participem.




POSTS POPULARES


  • Quarto do Jake Disney Junior
  • Olive Garden chega ao Brasil
  • Meu Baby Dove Personalizado
  • Pijamas Personalizados